Multas por uso de celular ao volante quase dobraram este ano no MA

Um total de 18,3 mil motoristas maranhenses foi multado, de janeiro a novembro deste ano(2013), por dirigir e manipular o telefone celular ao mesmo tempo. As multas quase dobraram em relação a todo o ano passado, quando 9,5 mil multas foram aplicadas a motoristas que cometeram o mesmo tipo de infração no estado, segundo o Departamento Estadual de Trânsito (Detran-MA).

celular-ao-volanteConsiderando-se apenas a capital, São Luís, as multas por uso de celular ao volante estão em queda. De janeiro a novembro deste ano, foram 410, contra 840 durante todo o ano de 2013.

A infração é classificada pelo Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) como de gravidade média. O motorista que for flagrado, enquanto estiver dirigindo veículo, utilizando-se do telefone celular, de qualquer forma – seja pelo uso das mãos ou de fone de ouvido -, será multado no valor de R$ 85,13, além de ser penalizado com quatro pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

Especialistas em segurança do trânsito apontam que o uso do celular no trânsito é tão perigoso quanto beber antes de dirigir. No Brasil, falar ou se comunicar ao celular é uma das principais causas de distração no trânsito e aumenta o risco de acidentes em até 400%, como atropelamento e colisão.

O uso do celular ao volante é a primeira infração mais cometida no trânsito da cidade de São Luís, sendo a segunda a falta do uso do cinto segurança, e a terceira o avanço de sinal vermelho.

Para os condutores, o assunto não é dos mais agradáveis, e apesar de a maioria negar a utilização do telefone enquanto dirige, a equipe de reportagem do Jornal Pequeno flagrou vários motoristas conversando ou enviando mensagens pelo celular.

De acordo com dados fornecidos pelo Detran-MA, em 2012 a infração ocupou o sétimo lugar no ranking das autuações. Em 2013, a infração está em 11º lugar, em todo o estado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima